Por ser mais oleosa na região facial e seca no corpo, a pele negra é mais propensa a manchas e foliculite – inflamação nos folículos em que o cabelo cresce, ou seja, o popularmente conhecido como “pelo encravado”. 

Apesar das pessoas acharem que por ter mais melanina, a pele negra não precisa temer a exposição ao Sol, vale salientar a importância  do uso de filtro ou protetor solar por pessoas negras, bem como a adoção de uma rotina de skincare que leve em consideração as particularidades desse tipo de pele. 

Mas você deve estar se perguntando: Afinal, quais os cuidados necessários com a pele negra? Fica tranquila(o), separamos algumas dicas de skincare para a pele negra

Cuidados com a pele negra 

Limpeza

Por ser mais oleosa, manter a limpeza da pele negra ao menos duas vezes ao dia – pela manhã e à noite – ajuda no controle da produção excessiva de sebo na superfície da pele, garantindo um acabamento menos brilhoso e de efeito mate. É crucial não exceder duas lavagens diárias de forma a evitar o ressecamento e a perda de gordura natural da região facial. 

Esfoliação 

Quando se trata de esfoliação, o cuidado com  a pele negra é redobrado por causa da alta concentração e produção de melanina. Em excesso, a esfoliação pode gerar lesões na pele e, por consequência, hiperpigmentar a região, causando manchas ou melasma. 

Hidratação

Mesmo tendo uma alta produção de oleosidade, a pele do rosto e corpo demandam hidratação intensa com dermocosméticos suaves e de rápida absorção. Além de aplicar no rosto, hidrate também o pescoço, cotovelos, joelhos e panturrilhas, áreas que costumam ser mais  ressecadas.

Intensificando o cuidado com a pele negra

Além dos 3 cuidados com a pele negra descritos acima, para intensificar o cuidado com a pele negra, é necessário o acompanhamento regular de um dermatologista, além da realização de procedimentos estéticos minimamente invasivos como a aplicação de Toxina Botulínica, para conter rugas e linhas de expressão; e o Preenchimento com Ácido Hialurônico