Antes da realização de qualquer procedimento estético, é importante realizar uma avaliação médica, já que existem riscos e contraindicações que devem ser diagnosticados previamente.

Na Botocenter, antes mesmo de iniciar o procedimento com a toxina botulínica, o profissional passa por um processo de avaliação personalizada.

Nesta fase, o paciente é submetido ao seguinte passo a passo:

  1. O cirurgião-dentista pergunta o que a paciente gostaria de mudar no rosto. Depois disso, avalia a pele para identificar se há ou não melasma ou outro tipo de pigmentação que impeça o procedimento.
  2. Ele avalia sua pele, buscando entender o aspecto, o tipo, se possui ou não melasma e, por fim, o grau de profundidade das rugas. 
  3. Caso não encontre nenhum tipo de problema, define a quantidade de toxina botulínica que vai ser aplicada na região. Podendo ser na testa, glabela, lateral dos olhos e nariz, a depender da profundidade de cada ruga.
  4. Enquanto avalia, ele informa sobre os benefícios do Botox, a duração e como funciona a aplicação. 
  5. Ao fim da avaliação, marca com pontos a região em que vai ser aplicada a toxina. E com o auxílio de uma micro agulha, injeta a substância. 
  6. No final, solicita o retorno após 15 dias para verificar se os resultados estão de acordo com o que foi desejado.

Caso não tenha alcançado os resultados esperados – o que é raro – se realiza uma nova aplicação no paciente. 

Quem pode aplicar a toxina botulínica?

A aplicação de Botox pode ser realizada tanto por cirurgiões-dentistas, como por enfermeiros, médicos, biomédicos e farmacêuticos. Logo que o profissional tenha certificação reconhecida ou especialização em procedimentos estéticos faciais.

Onde o Botox pode ser aplicado?

Além das quatro áreas já citadas – Testa, Glabela, Lateral dos Olhos e Nariz – o profissional pode aplicar o Botox no paciente para equilibrar a simetria do rosto e, sobretudo, suavizar e/ou combater rugas e linhas de expressão nas seguintes ocasiões:

Sorriso Gengival

Nesse caso, o Botox pode ser aplicado nos músculos responsáveis pela elevação do lábio, fazendo com que ele não seja tão puxado para cima durante o sorriso, harmonizando a estética.

Assimetria da Face

O Botox também pode ser aplicado para solucionar assimetrias na face, que ocorrem devido a um crescimento em excesso do músculo masseter, responsável pela mastigação.

Aqui, a toxina age regredindo o volume do músculo e deixando a face mais equilibrada.

Bruxismo

Se você é do tipo de pessoa que costuma ranger ou apertar os dentes, em especial durante o sono, saiba que o Botox pode combater essa disfunção. Popularmente conhecida como bruxismo, a pressão causada pela condição leva a dores nas articulações e na cabeça, podendo resultar, inclusive, em desgastes e quebras dos dentes.

Vale lembrar que antes de realizar qualquer tipo de procedimento estético, é recomendado que o paciente pesquise sobre a legalidade da clínica. Confira aqui o que uma clínica especializada em Botox deve ter pra ser considerada segura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *